Go to Top

Artista Plástica Rosa dos Anjos

Artista Plástica Rosa dos Anjos faz Exposição a Céu Aberto e Resgata Identidade Cultura

O principal ponto turístico do Amazonas, a famosa Ponta Negra, recebeu em suas areias uma bela homenagem: esculturas que retratam o universo lendário amazônico. A atividade foi realizada pela consagrada Artista Plástica Rosa dos Anjos, nascida em Belém/PA, residente no Estado do Amazonas desde menina, autodidata, deu início às artes observando as belas cerâmicas confeccionadas por seu avô, cujos traços ficaram marcados em sua memória e a permitiu criar diversas obras, através de técnicas mais elaboradas e por ela mesma desenvolvida.

A magnífica proposta era utilizar interdisciplinarmente a arte-educação, visando criar um elo entre Sensibilização Ambiental, Ludicidade, Cultura e Identidade, tendo como instrumentos as lendas e mitos amazônicos, resíduos sólidos, areia da praia e o principal elemento: o público presente, permitindo o brincar, onde adultos tornaram-se crianças e as crianças naturalmente estabeleceram-se como agentes multiplicadores a partir do momento do juízo de valores por elas captado.

Para realização desta atividade, a artista Rosa dos Anjos propôs a confecção de quatro (04) esculturas baseada em lendas amazônicas: o Boto, a Cobra Grande, o Guaraná e a Vitória Régia, onde ela elaborava a construção das obras de arte e ao término de cada uma dava vida às mesmas através da narrativa das histórias lendárias. Foi impressionante como o público rapidamente se envolveu em todo o contexto e diversas crianças, adolescentes, jovens, adultos e até mesmo pessoas da terceira idade interagiram de forma direta, colocando as mãos na massa, ou melhor, na areia.

O jovem Silvio Souza Soares (19) que visitava o complexo turístico, afirma que estes projetos precisam ser realizados com maior frequência, pois permitem um momento de descontração e vão muito além, os conceitos aprendidos em sala de aula, tornam-se contextualizados e palpáveis. “Consigo enxergar a prática dos conceitos que estudei na escola”.

A quantidade de turistas que pararam para apreciar as obras foi impressionante. Além de Brasileiros de outras regiões, Americanos, Canadenses, Franceses, Italianos, Koreanos, Chineses e Japoneses ficaram encantados com a Galeria a arte a céu aberto e, indubitavelmente, o cenário apresentado, foi o mais fotografado no domingo.

Esta é apenas mais uma das fortes justificativas de Rosa dos Anjos ser uma das maiores artistas com representatividade proeminente do Estado do Amazonas, que com toda sua gama de conhecimento, experiência, criatividade e força de vontade, não esperou apoio do Poder Público e/ou Iniciativa Privada para realizar tamanho evento e trazer mais um atrativo turístico, fazendo deste nosso cartão postal um espaço não formal de aprendizagem.

A felicidade e gratidão das pessoas era medida pelo sorriso e satisfação em aprender, ver, participar da criação e ouvir as lendas. O Despertar Artístico era latente, a todo o momento se ouvia “não sabia que eu podia fazer isto” e “agora eu também sou um artista”. Ao encerramento de cada etapa, uma salva de palmas era oferecida a artista. Este Colunista não resistiu e também participou deste momento único.

Rosa dos Anjos deu show de talento, criatividade e exemplo de cidadania. Nossas congratulações a nobre artista e nossos mais sinceros aplausos (de pé).

Comentário

Comentário

%d blogueiros gostam disto: