Go to Top

CURSOS NA ÁREA DE FOTOGRAFIA SERÃO OFERECIDOS PELO CENTRO DE CONSERVAÇÃO E PRESERVAÇÃO FOTOGRÁFICA DA FUNARTE.

FOTOGRAFIA| De acordo com o fotógrafo francês Henri Cartier- Bresson, “Fotografar é colocar, na mesma linha, a cabeça, o olho e o coração”. Considerado o pai do fotojornalismo, influenciou gerações de fotógrafos e ajudou a desenvolver diversas técnicas de fotografia.

Na área de formação em preservação de fotos, além das oficinas gratuitas que a fundação oferece periodicamente, há o Centro de Conservação e Preservação Fotográfica da Funarte (CCPF), localizado no Rio de Janeiro (RJ).

Pioneiro na América do Sul, o centro tornou-se referência internacional em conservação fotográfica. Um dos diferenciais da instituição é que ela não conta com acervo próprio de imagens. O objetivo principal é trabalhar com parcerias, para recuperar coleções de instituições públicas e privadas ou de clientes particulares.

O principal objetivo do centro é estabelecer diretrizes, métodos e sistemas para a preservação de acervos fotográficos brasileiros. Para isso, dispõe de pesquisas, desenvolve projetos, difunde informações técnicas. Instituições como o Iphan, Biblioteca Nacional, Museu Imperial e Museu Villa Lobos estão entre as centenas de beneficiadas pelo centro.

“Ele foi criado na década de 1980, como parte da Programa Nacional de Preservação e Pesquisa da Fotografia do então Instituto Nacional da Fotografia, INFOTO, da Funarte. Ao longo de três décadas, implantou e consolidou a área no país como centro de referência para instituições detentoras de acervos fotográficos, estudantes e profissionais, e público em geral”, conta Sandra Baruki, Conservadora de Fotografia e Coordenadora do Centro de Conservação e Preservação Fotográfica da Funarte.

Além disso, o local oferece cursos. Os temas são relacionados tanto à produção histórica, dos acervos tradicionais com negativos e fotografias, como à produção contemporânea com preservação digital. “Em setembro, realizaremos em parceria com o Museu Théo Brandão da Universidade Federal de Alagoas o curso “Uso Criativo de Acervos Fotográficos” a ser ministrado pelo pesquisador, fotógrafo e escritor Pedro Vasquez, em Maceió; em outubro e novembro, oficinas sobre Boas Práticas da Fotografia Digital da Captura ao Arquivamento, Impressão e Preservação Digital, com os professores Marcos Issa e Millard Schisler, em Recife e Porto Alegre”, adianta Baruki.

Foto: CCPF/Divulgação.

 

Comentário

Comentário

%d blogueiros gostam disto: