Go to Top

SEC RECEBE REPRESENTANTES DA CLASSE TEATRAL PARA DISCUTIR FESTIVAL DE TEATRO DA AMAZÔNIA

TEATRO| Seguindo a proposta de abrir espaço ao diálogo e à participação dos artistas em suas ações e políticas públicas, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Cultura, recebeu na manhã da última quarta-feira (5) dirigentes da Federação de Teatro do Amazonas (Fetam) para uma reunião que teve como tema o Festival de Teatro da Amazônia. No encontro, os representantes da classe teatral e o secretário de Cultura, Robério Braga, discutiram questões e propostas relativas à realização do festival, que este ano deverá ter sua 13ª edição, fazendo também um retrospecto de edições anteriores do evento.

No encontro, os dirigentes da Fetam assinalaram a intenção de estar à frente da realização do 13º Festival de Teatro da Amazônia, ao lado da Secretaria de Cultura. De acordo com o presidente da entidade, Douglas Rodrigues, a decisão atende ao desejo da classe teatral amazonense, em vista uma série de falhas apontadas em edições recentes do evento, realizadas pela Secretaria em parceria com empresas e produtoras culturais selecionadas por meio de edital público.

Todavia, a proposta esbarra no fato de a Fetam estar hoje impedida de celebrar convênios com o Governo do Estado, em razão de ter um processo de prestação de contas relativo a uma edição passada do Festival pendente no Tribunal de Contas do Estado (TCE).

Douglas Rodrigues destacou que, à luz das avaliações negativas de anos recentes, enfatizou o posicionamento da Federação de estar à frente da próxima edição do Festival de Teatro da Amazônia, mas concedeu que o evento transcende a questão devido a sua importância, e se declarou disposto a trabalhar para que aconteça da melhor forma.

Altos e baixos – Na visão de Douglas Rodrigues, o Festival de Teatro da Amazônia ganhou dimensões maiores a partir da parceria com a Secretaria de Cultura, mas foi marcado por falhas no trato com o artista e por mudanças no formato consolidado do evento. “Com a realização da Secretaria, o Festival alcançou outro patamar e chegou a ter projeção nacional. Mas, nas últimas edições, pessoas do movimento teatral começaram a propor que não fosse mais realizado nessas condições, por conta desses problemas”, disse ele.

Douglas, atualmente empenhado na regularização da prestação de contas da Fetam, avaliou a reunião na Secretaria de Cultura como bastante positiva. “A Secretaria responde às demandas do movimento teatral amazonense ao reafirmar o bom diálogo que sempre teve com a Federação para a realização do Festival, um dos mais antigos realizados com apoio do Governo do Estado”, concluiu.

Comentário

Comentário

%d blogueiros gostam disto: