Go to Top

LUCIANO BRASIL: MUITO MAIS QUE A HISTÓRIA DE UM ARTISTA PARINTINENSE

ESPECIAL PARINTINS| Localizada no extremo leste do Estado do Amazonas, distante cerca de 369 quilômetros da capital, a cidade de Parintins, também conhecida como Ilha Tupinambarana, em homenagem aos Tupinambás, uma das diversas etnias indígenas daquela localidade, se tornou famosa pela grandeza do Festival Folclórico, que conquistou o mundo com suas alegorias, música, dança, encenação e todo majestoso conjunto artístico cultural que o tornou o principal e maior Festival Folclórico da América Latina.

Músicos, escultores, desenhistas, projetistas, poetas, pintores, artesãos… Nada seria tão magnífico se não fossem os artistas natos de Parintins, sempre vanguardistas e com talentos únicos. Luciano de Oliveira Brasil, está entre estes artistas que fazem do Festival um verdadeiro espetáculo.

Luciano Brasil, como é conhecido artisticamente, tem 29 anos, sendo que se dedica profissionalmente à musica há 12 anos, mas seu contato com a arte aconteceu ainda na infância na cidade de Parintins, pois sua família é tradicionalmente formada por renomados músicos, entre eles, seu pai Aluísio Brasil, contra baixista e seu tio Geraldo Brasil, que ganharam notoriedade nacional como integrantes do Grupo Canto da Mata. Os encontros de família eram cercados de muita música.

Luciano_Brasil_BY-Luciano_Bittencourt21

Aos 06 anos de idade, participou de uma peça teatral na escola onde estudava, ainda na cidade de Parintins, participando de um musical. Aos poucos, o próprio universo artístico passou a fazer parte da vida de Luciano Brasil. Aos 08 anos, um sério problema de saúde o acometeu, e uma das recomendações médicas, era trabalhar de forma adequada a respiração e exercitar os pulmões. Aos 09 anos, já aluno da Escola de Artes do Boi Caprichoso, as artes cênicas fez o menino Luciano adentrar a Arena do Festival Folclórico pela primeira vez como integrante da Agremiação Azulada, figurante nas alegorias.

Aos 10 anos, já morando na cidade de Manaus, sua experiência o credenciou a conquistar uma das duas vagas, disputada por mais de 200 pessoas, para ingressar no Liceu de Artes e Ofícios Cláudio Santoro, onde permaneceu estudando canto até 2009. Foram 09 anos de grandes experiências, de aquisição de muito conhecimento e muita prática, destacando entre elas, a formação de um Quarteto para executar Música Popular Brasileira, que conquistou não apenas o público, mas também professores e monitores do Liceu. Paralelamente, se dedicou ao piano, instrumento que lhe trouxe outras habilidades e o tornou um artista mais completo.

No ano de 2005, iniciou sua trajetória profissional em grande estilo, seguindo o percurso natural, passou a fazer o Backing Vocal do Grupo Canto da Mata, até 2007, quando conquistou o primeiro lugar de um famoso “concurso de calouros” de Parintins, e em seguida, recebeu o convite para compor a “banda base” do Boi Caprichoso, retornando à Arena do Festival em 2008, desta vez, profissionalmente, permanecendo no Boi Caprichoso até 2011.

Em 2012 migrou para o Boi Garantido, para executar o Backing Vocal das toadas do “Boi do Coração na testa”.  Em 2013, ano em que se comemorou o Centenário dos Bois de Parintins, tamanho seu profissionalismo, foi o único artista envolvido tanto nas gravações do CDs e DVDs de ambos os Bois. Desde então, participou como músico de diversos Festivais Folclóricos do Estado do Amazonas, como o dos Peixes Ornamentais, Carás e Cirandas, assim como do Sairé, que acontece no Estado do Pará.

Além de responsável pela monitoria de Canto e Coral do Projeto “Mais Educação”, do Governo Federal, de 2010 a 2013, integrou, como cantor, a Orquestra Oficial de Manaus, a Big Manaus Band. Estudou com grandes professores como a Maestrina Natalia Sakouro e o Vocal Coach Juremir Vieira, fazendo parte do Madrigal da Casa de Música Ivete Ibiapina e também do Grupo Vocal dos Corpos Artísticos do Amazonas, hoje, Grupo Vocal do Coral do Amazonas.

2016 foi um ano de grandes conquistas para Luciano Brasil, pois foi convidado pelo produtor musical Rosivaldo Cordeiro, para ser a voz do renomado grupo Imbaúba. Também retornou ao Boi Caprichoso, como artista oficial da Agremiação. Assim como grandes artistas nacionais e internacionais, desde criança participou como músico na Igreja, onde o faz até hoje, e como gratidão, ministra aulas gratuitas para a comunidade, na igreja onde é membro.

WhatsApp Image 2017-05-08 at 15.31.29 (1)

Hoje tem sua carreira consolidada e cumpre sua agenda com diversos show todas as semanas, sendo que já tem diversos eventos marcados até dezembro de 2017, incluindo apresentações no Teatro Amazonas e no exterior.

Fotos: Luciano Bittencourt

Comentário

Comentário

%d blogueiros gostam disto: