Go to Top

O LIVRO “DESPRÉS DEL DILUVI I ALTRES POEMES” SERÁ LANÇADO NESTA QUINTA-FEIRA (20/11) NA CASA DA LINGUAGEM

LITERATURA| Na próxima quinta-feira (20/11) será lançado na Casa da Linguagem o livro “Després del Diluvi I altres poemes”, do poeta paraense Antonio Moura.

O livro é uma edição lançada inicialmente na Catalúnia, Espanha, e reúne alguns dos melhores poemas de Antonio Moura, traduzidos para o catalão pelo poeta Joan Navarro.

Lançado recentemente na cidade de Valência, o livro, em edição bilingue, chega ao Brasil e oferece ao público leitor uma experiência mediada pela eficiente e sensível tradução de Joan Navarro.

Traduzida para vários idiomas como o inglês, o espanhol, o francês e o alemão, a poesia de Antônio Moura mostra-se, mais uma vez como uma das mais expressivas de nosso tempo. Reverberando seu rumor poético em outras dicções.

Antônio Moura começou publicando os livros “Dez” e “Hong King e outros poemas” que define como poesia identificada com o que passou a se chamar de construtivismo, “forma em que a materialidade do verbo está muitas vezes em primeiro plano ou mesmo de uma forma hegemônica, não que isso implique num formalismo vazio, mas existe um embate, digamos, físico com a palavra, então, são livros voltados mais para a microestrutura da língua”. O poeta diz que levou isso a tamanhas consequências, que a certa altura “bastou para mim!”. Foi aí que se voltou para “o que podemos chamar de macroestrutura da língua.” Seus novos livros marcam uma grande virada em sua poesia, que se volta para o ontológico e o metafísico. Não foi apenas um transformação literária, mas, também, o reflexo de acontecimentos de grande impacto em sua vida. Ela conta: “Na seara da vida, a morte teve papel fundamental nesta transformação, pois eu havia até visto a morte como ficção e lá um dia repente ela entrou na minha casa e foi levando uma por uma as pessoas mais queridas que eu conhecia. Então se abriu um enorme abismo feito de matéria invisível. Houve também um interesse maior pela filosofia.” Antônio Moura define essa virada em sua vida e obra com uma frase: “E é chegada uma hora em que é preciso enfrentar os grandes temas.”

 

SERVIÇO

Casa da Linguagem- Belém/Pará

Avenida Nazaré, 31 (esquina c/Assis de Vasconcelos)

Dia 20 de novembro (quinta), 19h

Informações: 91 3241 9786

Comentário

Comentário

%d blogueiros gostam disto: